indignu [lat.] regressam a barcelos no sábado

//indignu [lat.] regressam a barcelos no sábado

o triciclo volta esta semana e traz a prata da casa. os barcelenses indignu [lat.] vão subir ao palco do teatro gil vicente, a 11 de maio, às 22h. a entrada é livre, mas está sujeita a reserva.

é impossível descolar o selo pós-rock dos indignu, sendo que é uma banda de maior referência no género. mas fá-lo longe dos estereótipos de género habituais e do mainstream rock alternativo.

o som instrumental pode reportá-los para um dissimulado pós-grunge e os momentos acústicos, manchados de veneração ao simples e ao natural, trazem algum alívio e ecletismo ao ouvido. melodias e distorções emocionais contrastantes são a principal característica do estilo da banda.

este coletivo barcelense já conta com quatro discos. “fetus in fetu”, o aclamado “odyssea”, “ophelia” e o mais recente “umbra”, que tem muito da carga que portugal viveu nos incêndios de 2017.

pisaram a maioria dos palcos nacionais e ilhas e trabalharam com nomes importantes da cena nacional, como ana deus, valter hugo mãe, manel cruz, filipe miranda ou ruca lacerda.

os indignu [lat.] são afonso dorido, graça carvalho, paulo miranda, mateus nogueira e pedro sousa e vêm apresentar o seu último trabalho, “umbra”, à sua terra natal.

o triciclo segue viagem com os frenéticos za!. a banda espanhola vem até à blackbox do teatro gil vicente, no dia 24 de maio. os o “triciclo” é um ciclo “made in” barcelos, produzido em parceria com o município.